imagem de página single

Salvando a bateria totalmente descarregada do Moto G 1ª geração

 

É por experiência própria que venho demonstrar o processo que tive que fazer para salvar a bateria de um Moto G primeira geração. Primeiramente, tudo começou quando certo dia coloquei o smartphone que estava com cerca de 40% de bateria útil para carregar. Depois de um bom tempo voltei achando que a carga já estava completa, porém, o aparelho simplesmente estava totalmente desligado e apenas com a luz de notificação acesa permanentemente.

A luz de notificação apagava assim que se removia o carregador, e ao reconectar a luz voltava a ficar acesa permanentemente. Fora isso ele não tinha mais nenhuma função como ligar, vibrar, ascender, nada. Então como eu já havia aberto ele outra vez para trocar o display, resolvi tentar salvar a bateria e conferir se realmente o problema seria com a bateria, carga ou qualquer outra parte do aparelho.

 

 

Tive que pesquisar algumas coisas na internet que pudessem me ajudar.

O que consegui encontrar foi a informação de dar uma carga na bateria fora parte e depois conecta-la novamente. Bom, com essa informação em mãos e o aparelho todo desmontado, peguei a bateria e consegui um carregador universal, adaptei dois pedaços de fios para conseguir liga-lo a bateria. Veja na imagem abaixo:

 

  

 

Note que a pouca energia que havia na bateria foi suficiente para ela ativar o carregador, porém no mostrador de carga dá pra observar que ela não tinha praticamente carga nenhuma.

Encontrei este arquivo aqui na internet que ajudou bastante para saber ao certo onde é o positivo e negativo do conector:

 

 

Ufa! Depois de um bom tempo carregando no carregador universal consegui a carga total dela, e assim que fiz a montagem do moto G tudo ao normal. E a bateria funcionando normalmente.

 

Se você gostou destas informações me siga nas redes sociais e no canal youtube. Até mais.

AvatarWilliam Sousa | Data:9 de maio de 2016

Tags:Tags:, , ,

Comentários

Não há comentários.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

botão de volta ao topo